Segunda-feira, 24 de Março de 2014

Teodora Cardoso propõe imposto sobre levantamentos

O título deste "post" é o de uma notícia de hoje no Sol, sobre a qual direi:

- Que rica ideia para quem paga e recebe em dinheiro vivo, ou para quem paga ou recebe montantes avultados com o dinheiro dos "offshores", o novo local onde os verdadeiramente ricos têm depositado o seu dinheiro a salvo de qualquer imposto ou taxa. Os "homens da mala" a que se refere Medina Carreira no vídeo abaixo indicado também continuam isentos.
Se hoje já pouco ou nada se ganha em termos de remuneração por ter no banco o pouco dinheiro que ainda se possui e ainda se corre o risco de ficar sem ele, caso o banco vá à falência, porque o fundo de garantia bancária não funciona e é uma pura fantasia, então será melhor guardá-lo à moda antiga, num pote enterrado no solo, não vá o Estado resolver aplicar estas taxas.

ver a notícia no Sol, em http://sol.sapo.pt/inicio/Economia/Interior.aspx?content_id=102012

vídeo sobre os pagamentos em dinheiro vivo ao "homem da mala" http://www.youtube.com/watch?v=x2-1JkksUy0
free counter
publicado por Zé da Burra o Alentejano às 17:46
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 14 de Março de 2014

Serviços públicos (do Estado) têm números de telefone com valor acrescentado

Não sabia, mas fiquei a saber à pouco tempo que existem serviços públicos que fornecem números de telefone de valor acrescentado aos seus utentes. Não digo quais são as instituições mas poderão experimentar e ligar, por exemplo, para um dos seguintes números:

707 502 723

707 101 099

707 200 118

707 284 707

707 241 107

Ao ligar para estes números, para além do custo da chamada, o utente paga mais uma determinada importância que reverte obviamente para a instituição, talvez seja mais uma forma de financiar o seu orçamento. Ah! mas não se admirem se, nalguns casos, tiverem que esperar dezenas de minutos a escutar música e promessas de "ser atendido logo que possível" com o contador sempre a somar dinheiro de valor acrescentado a cada minuto que passa; por fim a experiência poderá acaba por ficar por vários euros, mas nem sequer fica habilitado a ganhar um prémio num qualquer concurso, como acontece em muitos canais de televisão, incluindo os da RTP.

 

É uma vergonha que Organismos ou Empresas do Estado se aproveitem da necessidade dos utentes obterem uma simples informação para realizar dinheiro.

free counter
publicado por Zé da Burra o Alentejano às 19:50
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 4 de Março de 2014

Bastonário da Ordem dos médicos está preocupado com crescente emigração de jovens profissionais

Os médicos estão a abandonar este país em busca de outros lugares que compensem convenientemente os anos que perderam para obter as qualificações que obtiveram e estão a encontrar países interessados. Poderemos dizer que vão auxiliar outros países com "FRACA NATALIDADE", para utilizar termos muito queridos dos políticos no poder. O mesmo se passa com outros profissionais altamente qualificados, que estão também a abandonar o país em massa.

 

O problema deste país não é a falta de gente que substitua no trabalho as gerações mais idosas (a fraca natalidade), mas a falta de saídas profissionais condignas para as novas gerações que já aí estão prontas para entrar no mercado de trabalho. É um problema atual e não para daqui a 20 anos. Quanto a reprodução dos jovens emigrantes, será fora de Portugal que o irão fazer, nos países para onde emigram.

 

 

Os nossos políticos (e meios de comunicação dominados pelo poder) pretendem desviar a atenção dos portugueses, falando-lhes em problemas de "fraca natalidade" para justificar o aumento da idade da reforma, para que morram antes de a atingir, o que irá acontecer no futuro até porque a "Esperança de Vida" vai inevitavelmente reduzir-se em Portugal como resultado da falência do Serviço Nacional de Saúde e da incapacidade monetária dos portugueses poderem pagar os serviços de saúde diretamente com os salários que auferem. 

 

Não esqueço os restantes jovens sem qualificações, mas esses, infelizmente, ninguém os quer porque desemprego já há com fartura tanto lá fora como por cá: não terão futuro, nem hoje nem daqui a 20 anos. 

free counter
publicado por Zé da Burra o Alentejano às 15:07
link do post | comentar | favorito
|

Quando retomam as obras da autoestrada Sines - Beja?

 

(Autoestrada Sines - Beja: estado em que ficou a construção da travessia do rio Sado em Santa Margarida)

 

*

Porque pararam as obras de construção da autoestrada de Sines a Beja, quando todo o terreno estava já ocupado e em avançado estado de construção de terraplanegens, pontes, viadutos e asfaltagem? será que vai ficar tudo assim como monumento à incompetência dos nossos Governantes ou vão arrasar toda a obra feita, o que também custará muitos milhões? se a decisão demorar não se poderá aproveitar muito do dinheiro gasto. É claro que eu também sou contra o modelo de contratos feitos com as SCUTs, que lhe garantem lucros mínimos independentemente do tráfego que as novas vias tenham (ou do valor das portagens cobradas aos utilizadores) e quem escolheu este modelo ruinoso para o Estado e para o povo português deveria ser responsabilizado. Mas se podem cancelar um contrato feito com obra já em avançado estado de andamento, também podem alterá-lo; e se a outra parte não aceitar, o Estado português poderá ter que indemnizar a parceira da PPP, porém, a obra não terá, nem deverá que ficar estagnada. Muito dinheiro foi gasto e alguém vai ter que pagar, por isso, pelo menos, acabem a obra, porque ela é útil para Beja, Serpa e até para o tráfego internacional entre Portugal e Espanha.  

free counter
publicado por Zé da Burra o Alentejano às 08:46
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
15

17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Mais um grande incêndio, ...

. DRONES E A LEGISLAÇÃO PAR...

. Polícia de Alfragide acus...

. Incêndio em Figueiró dos ...

. Chegou o calor, chegaram ...

. Acabou o "Zé da Burra o A...

. A RTP já tem mais dois ca...

. A ASCENSÃO DAS MÁQUINAS

. Reunião na ilha de Ventot...

. Portugal está em guerra c...

.arquivos

. Julho 2017

. Junho 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Fevereiro 2016

. Dezembro 2015

. Setembro 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds