Quinta-feira, 19 de Junho de 2014

Há 2 anos que Julian Assange está na Embaixada do Equador

Há 2 anos que Julian Assange está na Embaixada do Equador de onde não pode sair sob pena de ser imediatamente detido pelas autoridades inglesas, simplesmente porque 2 prostitutas suecas que dizem ter sido violadas e agredidas por ele.

 

A Inglaterra mantêm a Embaixada do Equador sob vigilância há já 2 anos, o que lhe tem custado bastante dinheiro, e afirmam que querem devolver Assange às autoridades suecas para a fim de ser julgado (dizem eles). A política é mesmo muito cínica!

free counter
publicado por Zé da Burra o Alentejano às 18:19
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 6 de Junho de 2014

O Governo insiste na discriminação - CES não vai ser aplicado a todos

De acordo com informações governamentais de hoje, o  CES - Contribuição Extraordinária de Sustentabilidade vai ser substituída em 2015 pela Contribuição de Sustentabilidade sobre as reformas e pensões acima de 1000 euros, mas não vai ser aplicada a todas elas, porque os fundos de pensões privados, aqueles que pagam as conhecidas pensões milionárias de muitos milhares de euros, não vão pagar a CS em 2015, facto que o governo escondeu até ao dia de hoje. O governo insiste assim na discriminação dos portugueses, nomeadamente dos que estão fora da vida ativa.

 

Mas de onde vai o dinheiro para essas pensões milionárias que ficarão de fora? vai do pagamento dos serviços básicos que todos os portugueses consomem e que custam em Portugal mais caro do que em muitos países da UE, como por exemplo a energia!

free counter
publicado por Zé da Burra o Alentejano às 15:10
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 5 de Junho de 2014

Última tranche suspensa até alternativas aos cortes do TC

Agora é natural que o IVA vá subir, mas será sempre mais justo distribuir o esforço por todos do que dirigi-lo apenas a um grupo específico, além de ser inconstitucional, como é óbvio. Depois disso é bom que este Governo se vá embora para poder dar lugar a um outro com mais capacidade para renegociar prazos e juros, porque isso terá que ser feito e já se viu que este governo se ajoelha perante a Sra Merkel e a troika. O acordo, tal como foi feito é insustentável porque não haverá sequer o crescimento económico previsto em resultado até da "globalização selvagem" que está a atingir países muito mais fortes do que Portugal. Porque não poderemos beneficiar de perdões e ajudas especiais como foram concedidas à Grécia? Como dizia Vasco Santana "ou pagam todos ou há moralidade".

free counter
publicado por Zé da Burra o Alentejano às 20:03
link do post | comentar | favorito
|

A Constituição da República está acima de qualquer Governo.

O Sr. Dr. Passos Coelho parece não querer entender que as leis saídas do seu Governo, ainda que maioritário, têm que se sejeitar ao filtro do Tribunal Constitucional e que as decisões governamentais não podem prevalecer sobre a Lei Fundamental do país porque isso seria na prática anular a Constituição que deixaria de ser necessária visto ficar sem qualquer poder, pelo que seria até uma autêntica fantochada.

 

Se pretende justificar a sua legitimidade pelo facto de ser Primeiro Ministro de um Governo maioritário que tem o apoio (pelo menos) de 1/2+1 dos deputados da Assembleia da República, então deve lembrar-se SEMPRE que a Constituição foi feita (e alterada várias vezes) com o apoio de 2/3 dos deputados, pelo que tem democraticamente mais legitimidade do que o seu Governo ou até do que o Presidente da República (eleito com 52% dos votos válidos).

 

Se o Sr. Dr. Passos Coelho pretende alterar a Constituição da República de modo a governar sem esse entrave, então altere-a mas precisa do apoio de 2/3 dos deputados da Assembleia da República, mas só o conseguirá convencendo o PS. Se o conseguir poderá continuar a governar então sem qualquer obstrução, nem sequer do PR, porque ele terá que aprovar à 3ª vez qualquer lei que lhe seja apresentada.

 

Por isso, pede-se ao Sr. Primeiro Ministro que poupe das suas birras os Juízes do TC e até os portugueses .

free counter
publicado por Zé da Burra o Alentejano às 09:24
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 4 de Junho de 2014

Portugal nunca deveria ter aderido ao euro

Portugal nunca deveria ter aderido ao euro e há quem na altura da adesão o tenha defendido. A adesão do país a uma moeda cujo controlo foge ao governo português seria possível, há países que não têm moeda própria e dão-se bem com isso, mas exige uma boa gestão das despesas do país e, sobretudo, muita honestidade da parte dos governantes e o controlo apertado sobre as entidades bancárias sobretudo, dos fluxos de dinheiro que entram e saem do país, principalmente quando saem: saber porquê e para quê. O Estado manda que os bancos controlem pequenos levantamentos dos aforradores (10 ou 15 mil euros) mas o desleixo é completo quando se trata de milhões. 

 

Mas que fazer agora? aonde ir buscar o dinheiro para pagar as dívidas? Pois quando não há dinheiro vai-se buscá-lo em primeiro lugar a quem o levou ilegitimamente para fora do país, normalmente para paraísos fiscais, caso isso não seja possível então TODOS terão pagar (se puderem): capitalistas, senhorios, patrões, governantes, assalariados, reformados, inativos ricos, empresas, etc. É por isso que se o país tivesse uma moeda própria tudo era mais fácil e justo: desvalorizava-se a moeda e eram todos automaticamente atingidos de uma só vez e pronto! Mas porque é que em Portugal se escolhe uma parte da população, que nem teve culpa das muitas falcatruas que se fizeram ao longo de 40 anos, para pagar a parte de leão dos sacrifícios? É por isso que o Tribunal Constitucional - e muito bem - faz aplicar a C onstituição que, felizmente, exige que não haja discriminação e salvaguarda a igualdade de tratamento a todos os portugueses.

free counter
publicado por Zé da Burra o Alentejano às 06:18
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 3 de Junho de 2014

Decoração de fachadas de prédios desocupados com belos graffities .



A foto do postal acima representa três prédios contíguos na avenida Fontes Pereira de Melo, em Lisboa, mas existem muitos outros prédios degradados e até, por vezes, a ameaçar ruína, nesta e noutras grandes cidades do país.

Os desenhos são curiosos e o resultado é um trabalho artístico de especialista(s) neste tipo de arte, mas as imagens dos prédios devolutos colocam em evidência também incapacidade das cidades portuguesas se renovarem: primeiro era a impossibilidade do aumento das rendas e agora é o resultado do abandono das cidades pelos seus naturais e descendentes e o motivo não será por gostarem mais de viver na periferia que os obriga a diárias e demoradas viagens entre casa, trabalho, casa. Nas grandes cidades existem transportes públicos ótimos que os levariam rapidamente de uma ponta à outra da cidade. 

free counter
publicado por Zé da Burra o Alentejano às 09:08
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
15

17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Mais um grande incêndio, ...

. DRONES E A LEGISLAÇÃO PAR...

. Polícia de Alfragide acus...

. Incêndio em Figueiró dos ...

. Chegou o calor, chegaram ...

. Acabou o "Zé da Burra o A...

. A RTP já tem mais dois ca...

. A ASCENSÃO DAS MÁQUINAS

. Reunião na ilha de Ventot...

. Portugal está em guerra c...

.arquivos

. Julho 2017

. Junho 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Fevereiro 2016

. Dezembro 2015

. Setembro 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds