Sexta-feira, 16 de Julho de 2010

Porque terá o PS idealizado a engenharia financeira que permitiu a construção das SCUTs

Partindo do princípio que o PS construiu as SCUTs para continuarem sempre como tal "Sem Custos para o Utilizador", i.e. o fez com HONESTIDADE, então só posso concluir que aquele partido foi apanhado desprevenido e não contava com o impacto devastador da "Globalização" em que os políticos ocidentais (onde se incluem PS e PSD) meteram os países desenvolvidos do ocidente, condenando-os a uma crise que não conseguirão ultrapassar tão cedo porque os meios de produção se deslocaram para o Oriente e para a China onde não se poderá falar em crise. Juntamos a isto o problema o do sistema bancário mundial que funcionou (e continua ainda) em "roda livre", levando muitas instituições à falência e mais não direi para não ajudar descrédito. Voltando às SCUTs: agora sem crescimento económico aparece-nos a factura para pagar e não há dinheiro no orçamento porque em vez da explosão económica que PS acreditava, o país caíu na recessão. Fomos vítimas de políticos que ou eram desonestos, o que não posso acreditar, ou eram incompetentes e não compreendiam o rumo que levava o "barco" onde nos encontramos.

free counter
publicado por Zé da Burra o Alentejano às 16:03
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 15 de Julho de 2010

Os funcionários SCUTs vão ter autoridade para fiscalizar

Os funcionários das SCUTs vão ter autoridade para fiscalizar os utilizadores das ditas vias e eu pergunto: será que lhes vão distribuir uma arma para sua defesa ou vão levar nas "trombas" dos incumpridores que forem fiscalizados e tiverem mau feitio? há polícias que já provaram reacções assim e até têm arma, mas adiante: dir-me-ão que os tais fiscais nem precisam de arma, que devem é ser educados e caso algo não corra bem basta que anotem a matrícula da viatura porque depois a "multa" irá para casa do seu proprietário. Muito bem! isso já eu sei, estão-se a referir aos "tugas" mas eu refiro-me é aos estrangeiros, que fazem relativamente a esses? assenam com um lenço branco?

free counter
publicado por Zé da Burra o Alentejano às 15:03
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 13 de Julho de 2010

PORTAGENS: QUE FAZER?

Vai ser mesmo necessário introduzir portagens nas SCUTs e em todas elas, porém diz o bom senso que alguns troços deveriam ficar de fora: 1.º) Onde não há uma EN/IP/IC que possa funcionar como alternativa; 2.º) Na Aproximação às cidades; 3.º) Nos casos em que se aproveitaram troços existentes de EN/IP/IC para construir a SCUT e se prejudicou ou eliminou a EN/IP/IC que existia e seria agora alternativa; 4.º) Nos casos em que a SCUT é o único desvio viável a um grande aglomerado populacional. Neste caso não há também EN/IP/IC, como é óbvio e a alternativa é passar pelo interior da cidade; Estas quatro condições deveriam ser respeitadas a todo o custo. Além disso o sistema de cobrança de portagem não poderá ser permissivo e deixe que os estrangeiros passem sem pagar. Esta situação é ainda mais grave quando a viatura está concorrer no transporte de pessoas ou mercadorias com transportadoras nacionais.

 

free counter
publicado por Zé da Burra o Alentejano às 16:35
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 9 de Julho de 2010

SCUTS: Ainda as portagens

Compreende-se a situação difícil do país e a asneira que foi a engenharia financeira para construirem as SCUTs. Por isso o PS, precisamente o inventor dessa engenharia, pretende voltar agora atrás, mas um mínimo de ética e de bom senso (hoje não se sabe o que é) determinaria a isenção de portagem para muitos troços das SCUTs. Não devem por isso introduzir portagens a "torto e a direito" em todos os troços até porque há locais que devem e têm que ficar de fora porque quando construiram as SCUTs prejudicaram ou acabaram com as vias que existiam e que seriam agora as alternativas. Em várias situações passaram com a SCUT por cima da antiga Estrada Nacional ou IP e a alternativa é agora um carrossel como é o caso da "alternativa" à A23 entre a Barragem do Fratel e Castelo Branco, ou seja a antiga EN que chegou a chamar-se de IP2; O antigo IP5 foi transformado em SCUT por isso a alternativa que seria o IP5 já não existe. Se era para pagamento de portagem melhor seria terem construído uma auto-estrada de raíz e respeitado a alternativa existente; O IP4 está a ser transformando agora em SCUT mas depois deverá ter também portagem, entretanto do IP4 restarão apenas alguns troços pois a maior parte deverá ser aproveitada para a SCUT que ficará assim sem alternativa. No Norte litoral acabaram com várias vias que seriam agora alternativas. A EP entregou-as às câmaras municipais para o seu aproveitamento e manutenção. As câmaras introduziram-nas na sua malha urbana, colocaram passadeiras, semáforos, rotundas, permitiram a construção de mais edifícios laterais, precisamente o contrário do que deve ser feito numa EN/IP/IC que é a única alternativa a uma auto-estrada com portagem. Isso não deveria ter acontecido; pelo contrário, deveriam ter aproveitado para construir desvios às vilas e às cidades, obras que já se faziam mesmo antes do 25 de Abril.
free counter
publicado por Zé da Burra o Alentejano às 15:13
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 2 de Julho de 2010

PORTAGEM NAS SCUTS: O problema dos estrangeiros.

Continuo a insistir com o problema dos ESTRANGEIROS que não têm chips nem descontos nas contas bancárias em Portugal. Põem-se avisos nas fronteiras e depois? E qual a modalidade de pagamento para aqueles? ficam impedidos de usar as SCUTS? manda-se a conta para o país de origem e nos seus países as autoridades encarregam-se de cobrar e enviar o pagamento para a SCUT utilizada? põem-se polícias a fazer uma caça sistemática a todos os veículos de matrícula estrangeira que são vistos a circular na SCUT? O problema é muito grave e piora quando se refere a carros de trabalho que concorrem com os nacionais e só por isso têm que pagar também.

free counter
publicado por Zé da Burra o Alentejano às 11:21
link do post | comentar | favorito
|

OS PORTAGEIROS PODEM POR "AS BARBAS DE MOLHO"

Com a introdução das cobranças automáticas nas SCUTs, os actuais portageiros que se cuidem porque poderão desaparecer de seguida das restantes auto-estradas: se são desnecessários nas SCUTs também o serão nas outras auto-estradas e não será a existência de um grande número de desempregados que evitará a nudança.
free counter
publicado por Zé da Burra o Alentejano às 09:19
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 25 de Junho de 2010

Mais valia que o Estado tivesse melhorado as "Estradas Nacionais" em vez de construir SCUTS que agora vamos pagar

Portugal gastou muitos milhões do seu orçamento (pagos pelos portugueses) e da UE (pagos pelos europeus em geral) para construir as SCUTS e agora os pórticos de cobrança automática para que paguemos para circular por elas. Mais valia que o Estado português tivesse continuado a obra do anterior regime e continuado a melhorar as "Estradas Nacionais", melhorando as vias e fazendo desvios às vilas e às cidades. Não o fez mas agora justifica-se com as "vias alternativas", que em muitos locais não há, para a introdução de portagens nas SCUTS. Pior: há locais em que passou com a SCUT por cima da antiga "Estrada Nacional" e a alternativa à SCUT é agora uma estrada sinuosa pior do que a anterior EN. E se um dia os portugueses voltarem às antigas ENs por não poderem suportar as portagens das SCUTS demasiado caras para os seus rendimentos, vamos ter que compensar através do orçamento do estado e dos nossos impostos as empresas que exploram e dão manutenção às SCUTS. Não há alternativa à A28 entre Póvoa de Varzim e Vila do Conde, pois não se construiu nenhuma circular que evitásse aquelas duas cidades. Isto afecta quem por lá passa e quem vive nessas cidades que vai agora suportar um afluxo suplementar de trânsito. Na A23, entre a barragem do Fratel e Castelo Branco, a SCUT passou em diversos locais sobre a antiga EN com prejuízo daquela e qualquer dia iremos também aí pagar portagem. Se se pretendia construir uma via com portagem não deveriam ter prejudicado a via existente. Uma auto-estrada não é apenas uma via com faixas separadas: no Algarve, entre o final da A2 e Vila Real de Sto. António, a Via do Infante não tem características de uma verdadeira auto-estrada, pois tem um piso muito irregular, com bermas muito estreitas onde não cabe um pesado avariado e as plantaformas de aceleração (ou desaceleração) são demasiado curtas. Transformar aquela via numa verdadeira auto-estrada exigiriam obras de vulto. Além desta questão, há ainda o problema do pagamento das portagens por quem não tem VIA VERDE e não podemos exigir aos estrangeiros que tenham esse meio de pagamento. Em resumo: a questão da portagem nas SCUTS é uma enorme trapalhada que demonstra no mínimo a incompetência dos políticos que nos têm governado durante todos estes anos e só se justifica porque o governo está ávido de dinheiro e tem que o ir buscar a qualquer lado.
free counter
publicado por Zé da Burra o Alentejano às 15:57
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 14 de Junho de 2010

SCUTS: Auto-estradas com portagem

Vamos então pagar portagem nas SCUTS a partir de 1 de Julho de 2010, para isso teremos que ter a Via Verde" ou outro meio electrónico uma vez que não haverá cabines para pagar no momento. E os estrangeiros passam de borla ou serão obrigados a usar as vias alternativas?

free counter
publicado por Zé da Burra o Alentejano às 14:26
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
15

17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Porque terá o PS idealiza...

. Os funcionários SCUTs vão...

. PORTAGENS: QUE FAZER?

. SCUTS: Ainda as portagens

. PORTAGEM NAS SCUTS: O pro...

. OS PORTAGEIROS PODEM POR ...

. Mais valia que o Estado t...

. SCUTS: Auto-estradas com ...

.arquivos

. Julho 2017

. Junho 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Fevereiro 2016

. Dezembro 2015

. Setembro 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds