Segunda-feira, 19 de Janeiro de 2015

Linha de Cascais vai reduzir o número de comboios

É hoje notícia em todos os meios de informação, nomeadamente na TV e aqui. Mas porque irá isso acontecer?

Como é evidente, isto trata-se de um passo para a privatização: Uma Empresa privada visa fundamentalmente o lucro e não o serviço público, por isso quando esta for privatizada será mais apetitosa para os eventuais candidatos se já estiver aliviada de ligações (nº de comboios por dia) e até de trabalhadores, nem que para isso a CP se veja na necessidade de obrigar os seus funcionários a fazer horas extraordinárias que seriam desnecessárias se a empresa admitisse o pessoal de que precisa para operar com qualidade o serviço; e até ajudavam no combate ao desemprego endémico em Portugal, realidade que na prática não é preocupação do governo. Se assim fosse não teria  facilitado o recurso às horas extraordinárias e baixado o seu custo; teria feito precisamente o contrário. A única preocupação governamental é mascarar as estatísticas, baixando artificialmente os números dramáticos que elas revelariam se fossem honestas.

A lógica de um serviço público providenciado pelo estado é o de servir a população; a lógica de um serviço público providenciado por uma empresa privada é o de conseguir maximizar os lucros, e isso é sempre à custa da redução da qualidade do serviço à população e do bem-estar dos seus trabalhadores.

 

Aprendam que o zé não vive sempre!

free counter
publicado por Zé da Burra o Alentejano às 13:37
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 30 de Junho de 2013

Dezenas de Postos dos Correios já fecharam por todo o país provocando mais desemprego.

Muitas das estações dos CT que têm sido fechadas estavam a funcionar há muitos anos, e, nalguns casos, há até várias décadas. Este facto é incompreensível porque se trata de uma Empresa Pública lucrativa, que não é um encargo para o Estado e que serve muitos milhares de idosos sem meios de transporte próprio, que recebem as suas reformas nos Correios, onde também pagam as suas contas da água, da luz, e os seus impostos, como: IRS, IMI, etc...

 

O próprio Governo dá o exemplo nesta sua E.P., demonstrando uma enorme insensibilidade face ao desemprego que assola o país e que DIZ QUERER COMBATER. Ainda que todos os funcionários dos Correios das estações desativadas fossem deslocados para outros serviços da Empresa; pelo menos, por ora, não irão ser admtidos novos trabalhadores, pelo que muitos jovens, que poderiam substituir os trabalhadores mais velhos que se vão aposentando ou morrendo, serão mantidos no desemprego. 

 

Acresce ainda o facto de várias Estações com horários alargados irem reduzi-lo a título de segurança.

 

Será que o Estado português pretende emagrecer a E.P. dos CTT para a tornar mais apetecível à privatização, pois quem a adquirir receberá uma Empresa potencialmente mais lucrativa à custa de um pior serviço prestado à população? Por outro lado, as multinacionais como a DHL, UPS, Chronopost e outras serão também beneficiadas, apesar de não prestarem um serviço público igual ao dos CTT e estarem mais vocacionadas até para o correio empresarial.

free counter
publicado por Zé da Burra o Alentejano às 09:40
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 2 de Dezembro de 2011

Estado quer fundir empresas de transportes em Lisboa e no Porto

Mas porque quer o Estado criar monopólios nos transportes em Lisboa e no Porto? Será para garantir que quem comprar as Empresas daí reultantes poderá mais facilmente aumentar as tarifas NÃO DEIXANDO QUALQUER OPÇÃO DE ESCOLHA AOS UTENTES? SERÁ UMA GARANTIA DE QUE NÃO HAVERÁ CONCORRÊNCIA DE PREÇOS ENTRE METRO/CARRIS e a STCP/METRO DO PORTO? 

free counter
publicado por Zé da Burra o Alentejano às 15:31
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 8 de Julho de 2010

UE rejeita "Golden Share"

Isto vem dar razão àqueles que sempre defenderam que as empresas mais importantes deveriam permanecer públicas, como são todas as da área da produção, transporte e distribuição de energia eléctrica, a Galp, a PT, a CP (incluindo os troços que são lucrativos que poderiam compensar os restantes que apenas prestam um serviço público e que: ou já encerraram ou terão que encerrar), os portos e os aeroportos, a transportadora aérea nacional "TAP", as travessias fluviais e as auto-estradas de Portugal. O estado português, por via dos governos do pós 25 de Abril, assim não entendeu e vendeu quase tudo e de seguida irá vender o resto. O estado português ficou com as tais "golden shares" que lhe davam poderes especiais ainda que possuisse uma minoria do seu capital. Tal estratégia revela-se agora de nada servir sequer para defender o interesse dessas empresas, por isso mais valia o estado português ter guardado uma participação maioritaria no capital nessas empresas que até subavaliou e vendeu a preço de "saldo".
free counter
publicado por Zé da Burra o Alentejano às 11:26
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
15

17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Linha de Cascais vai redu...

. Dezenas de Postos dos Cor...

. Estado quer fundir empres...

. UE rejeita "Golden Share"

.arquivos

. Julho 2017

. Junho 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Fevereiro 2016

. Dezembro 2015

. Setembro 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds